terça-feira, 25 de junho de 2013

Nossos planos. Outros planos...

Ha 3 semana em processos de mudanças e uma nova vida.
Dizem os poetas e os mais vividos que amor, se constroe.
Como planejamos a vida, mas ela segue outro rumo.
Como eventualmente encontramos ou reencontramos pessoas e elas definem sua vida.
Em um desses instantes em menos de duas horas, num sábado frio, designou-se a mudança de uma vida que já havia sido decidida definitivamente e com um ar de pressa, sem entender, e depois entender.  Que foi necessário para unir dois seres perdidos e indecisos pelo tempo.
Dois seres isolados, mas no fundo carentes de amor.

Um por um lado mais vivido, muitas frustrações e relações da vida. Sempre depois da solidão em busca de algo que completasse ou se encaixasse.  Um amor escondido pela razão do achar certo e fazer o que é certo. Escritas ditas em email a progenitora.  Eu recomeçaria, a amo.

Do lado oposto, uma infância prolongada de 40 anos.
Mas em termos de palavras, define mais postura e convicção do que foi mais vivido.
Luta e abre mão do que tinha por essa vida nova, por razão, não amor.
Entretanto para equilíbrio  ambos são corajosos, encararam.
E que essa vida seja um começo de muitas maturidade.  Uma vida de conquistas, fé , paz e união.
Que se construa como nos antepassados, que nunca seria tão  felizes, se não do modo ocorrido..
Cultivar o jardim.
Decisão.
E permissão para ser amado.
Boa noite 
Postar um comentário