sexta-feira, 2 de outubro de 2009

Pacto nacional para salvar o semiárido

Depois da Amazônia, chegou a vez do semiário. O Ministério do Meio Ambiente está articulando um grande pacto nacional para tirar do papel uma agenda de desenvolvimento sustentável para o semiárido. A meta é evitar à desertificação. O 1º Encontro Nacional de Enfrentamento da Desertificação está previsto para ocorrer em março do próximo ano, em Petrolina (PE) e Juazeiro (BA).

O semiário é uma região dividida em 11 estados brasileiros, sendo nove nordestinos e mais Minas Gerais e Espírito Santo. O risco de desertificação da região é um dos principais assuntos da Convenção das Nações Unidas para o Combate à Desertificação (COP-9), que termina hoje em Buenos Aires, Argentina.

Para ampliar o processo de construção do pacto nacional, o ministro do Meio Ambiente, Carlos Minc, enviou aos governadores dos estados, afetados pelo fenômeno das mudanças climáticas, correspondência propondo a união no sentido de promover o desenvolvimento sustentável do semiárido. A mesma solicitação foi enviada aos ministros de Estado. O ministro Minc também se reuniu com o presidente Lula, propondo que ele assuma a frente da articulação com relação aos governadores.
Postar um comentário