terça-feira, 12 de agosto de 2008

1 mes sem minha querida pathy

É difícil paty, quanta falta você me faz..
Doí, e não importa que você tenha sido um pequeno animalzinho, você era mais racional e gente que muita pessoas. Você me amava de verdade e nunca me viraria as costas quando eu errasse, você sempre pularia e latiria ao me ver, você sempre me esperaria, custe o tempo que custasse. E sobre amor aprendi muito mais com você do que com muitos de minha espécie. Lhe amarei eternamente.
Postar um comentário